• Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
  • Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
  • Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
  • Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
 

 

 

 
 
Rotas da Biodiversidade - O Lobo e as Víboras, Predadores do Noroeste Português
18 de Junho de 2016 | Castro Laboreiro (Melgaço)
2016-05-19
 

ROTAS DA BIODIVERSIDADE

 

As Rotas da Biodiversidade são uma iniciativa de turismo científico, desenvolvida por investigadores do CIBIO-InBIO (CIBIO-InBIO - Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos, Laboratório Associado) e dinamizada pelo projeto Serralves 360º | paisagem e biodiversidade.


Com o objetivo de descobrir a biodiversidade do norte de Portugal pela mão de Investigadores, cada Rota focará os valores naturais dos destinos alvo, onde estes especialistas desenvolvem os seus estudos científicos. Um desafio para o conhecimento da Natureza com o conhecimento de quem sabe!

 

A primeira rota terá como destino Castro Laboreiro, inserido no único parque nacional português, o Parque Nacional da Peneda Gerês, e como mote dois tipos de predadores de topo muito distintos: o lobo-ibérico e as víboras (víbora-cornuda e víbora-de-Seoane).

 

A orientação desta rota será assegurada pelos investigadores:

 

 

 

 

 

Francisco Álvares

Licenciado em Biologia e Doutorado em Biologia da Conservação pela Universidade de Lisboa, é atualmente investigador do CIBIO-InBIO.

Desde 1994 tem vindo a desenvolver estudos ecológicos e etnográficos (relação com as Comunidades Rurais) sobre o lobo na Península Ibérica, tendo o seu doutoramento abordado esta temática no Noroeste de Portugal.

     
 

   

Fernando Martínez-Freiría
Licenciado em Biologia, pela Universidade de Santiago de Compostela, e Doutorado em Biologia Animal pela Universidade de Salamanca, é atualmente investigador do CIBIO-InBIO.
Desde 2003 tem vindo a desenvolver estudos biogeográficos, ecológicos e de conservação sobre as três espécies de víboras da Península Ibérica e o seu doutoramento centrou-se numa zona de contacto entre as três espécies ibéricas no norte de Espanha.

 

 

 

Esta será uma oportunidade imperdível de conhecer melhor a nossa fauna, assim como o seu habitat por excelência!

 

Mais informação sobre esta e outras actividades no website da Fundação de Serralves.