• Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
  • Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
  • Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
  • Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
 

 

 

 
 
Há Vida no Parque! – Plantas domesticadas
8 de Maio de 2016 | Parque de Serralves
2016-05-02
 

No domingo dia 8 de Maio Há Vida no Parque! em Serralves. Será dedicado às Plantas domesticadas e é uma actividade no âmbito da parceria entre a Fundação de Serralves e o CIBIO-InBIO.

 

Este ano há algumas novidades quanto aos dias e horários:

 

DOMINGO

 

Conversa (Adultos) das 11h00-11h30, na sala nova de formação (Quinta de Serralves)
Percurso (Adultos e Famílias) das 11h30-12h30, aberto a famílias e público em geral. Partida da Quinta de Serralves
Oficina no Lagar (Espaço. Parque), das 10h00 às 13h00.

Conversa e Percurso Hugo Oliveira (Investigador da Faculty of Life Sciences - The University of Manchester e CIBIO-InBIO - Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos).
Oficina: Mundo Científico, Lda.

 

Acesso: mediante aquisição bilhete Parque

 

Sinopse da actividade:
As plantas que cultivamos surgiram quase todas na Ásia. Ao longo de milénios foram-se adaptando ao nosso clima e às nossas condições locais, originando variedades tradicionais com uma imensa biodiversidade. Apesar de terem sustentado os nossos antepassados, e transmitidas de geração em geração, ano após ano, estas variedades têm desaparecido gradualmente dos campos, e substituídas por variedades comerciais mais produtivas, mas menos diversas e resistentes a alterações ambientais, tais como as mudanças climáticas. Os cereais são disso exemplo, tratando-se da base da alimentação que sustenta a vida humana.
Na conversa e percurso serão abordados a história e os processos da domesticação dos cereais e da introdução da agricultura em Portugal, assim como as vantagens e desvantagens deste tesouro biológico. Veremos diversas variedades tradicionais e comerciais de alguns cereais e exploraremos as suas diferenças.

 

Mais informação sobre esta e outras actividades no website da Fundação de Serralves.