• Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
  • Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
  • Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
  • Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
 

 

 

 
 
Há Vida no Parque! – Répteis
20 e 21 de Junho de 2015 | Parque de Serralves
2015-06-12
 

No fim de semana de 20 e 21 de Junho Há Vida no Parque! em Serralves, desta vez dedicado aos Répteis. Mais uma actividade no âmbito da parceria entre a Fundação de Serralves e o CIBIO-InBIO.

 

Todas as actividades têm entrada livre.

 

SÁBADO (ADULTOS)
Conversa, das 15h00 às 16h00, Espaço. Parque (Quinta de Serralves)
seguida de Percurso no Parque, das 16h00 às 17h30.

 

DOMINGO (FAMÍLIAS)
Percurso no Parque, das 11h00 às 12h30 (saída da receção do Museu)
Oficina no Lagar (Espaço. Parque) das 10h00 às 13h00.

 

Conversa e Percursos: José Carlos Brito (Investigador do CIBIO-InBIO - Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos).
Oficina: Mundo Científico, Lda.

 

Sinopse da actividade:
Os répteis constituem um grupo de animais fascinantes devido ao exotismo de cores, formas e padrões que apresentam. No entanto, são perseguidos pelo Homem desde há milhares de anos, com a notável exceção das tartarugas.
Em conversa pretende-se, acima de tudo, desmistificar este grupo animal e apresentar de forma apelativa as suas principais características (escamas, fecundação interna, ovos com casca), a diversidade específica atualmente existente e os principais fatores de regressão e ameaça às populações répteis. Nos percursos partir-se-á à descoberta das espécies de répteis que habitam no Parque para perceber como se adaptam estes animais aos ambientes urbanos.


Mais informação sobre esta e outras actividades no website da Fundação de Serralves.