• Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
  • Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
  • Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
  • Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
 

 

 

 
 
Há Vida no Parque! – Flora Vascular
17 de Julho de 2016 | Parque de Serralves
2016-07-08
 

No domingo dia 17 de Julho Há Vida no Parque! em Serralves. Será dedicado às Interações Biológicas e é uma actividade no âmbito da parceria entre a Fundação de Serralves e o CIBIO-InBIO.

 

Este ano há algumas novidades quanto aos dias e horários:

 

Domingo

Conversa (Adultos) das 11h00-11h30, na sala nova de formação (Quinta de Serralves)

Percurso (Adultos e Famílias) das 11h30-12h30, aberto a famílias e público em geral. Partida da Quinta de Serralves

Oficina no Lagar (Espaço.Parque), das 10h00 às 13h00.

 

Conversa e Percurso: João Torres e Paulo Alves (investigadores CIBIO-InBIO – Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos)

Oficina: Mundo Científico, Lda.

Acesso: entrada livre (mediante aquisição de bilhete parque ou museu+parque)

 

Sinopse da actividade:
O Parque de Serralves com os seus 8000 exemplares de árvores e arbustos, pertencentes a cerca de 230 espécies e variedades, desempenha um papel fundamental da estrutura verde da cidade do Porto. A sua diversidade florística, com espécies nativas e exóticas, aliada ao seu bom estado de conservação, criam condições para a enorme biodiversidade que lá se encontra. Durante a conversa e percurso será possível abordar esta variedade de espécies como ponto de partida para explorar diversos conceitos ecológicos e curiosidades.

 

Mais informação sobre esta e outras actividades no website da Fundação de Serralves.