• Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
  • Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
  • Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
  • Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
 

 

 

 
 
Há Vida no Parque! – Evolução
17 de Abril de 2016 | Parque de Serralves
2016-04-12
 

No domingo dia 17 de Abril Há Vida no Parque! em Serralves. Será dedicado à Evolução e é uma actividade no âmbito da parceria entre a Fundação de Serralves e o CIBIO-InBIO.

 

Este ano há algumas novidades quanto aos dias e horários:

 

DOMINGO

 

Conversa (Adultos) das 11h00-11h30, na sala nova de formação (Quinta de Serralves)
Percurso (Adultos e Famílias) das 11h30-12h30, aberto a famílias e público em geral. Partida da Quinta de Serralves
Oficina no Lagar (Espaço. Parque), das 10h00 às 13h00.

 

Conversa e Percurso: Xana Sá Pinto (Investigadora do CIDTFF. UA - Centro de Investigação em Didática e Tecnologia na Formação de Formadores - Universidade de Aveiro) e CIBIO-InBIO - Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos) , Pedro Cardia (Investigador da ESE.IPP - Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto e do CIBIO-InBIO - Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos)
Oficina: Mundo Científico, Lda.

Acesso: mediante aquisição bilhete Parque

 

Sinopse da actividade:
A teoria da evolução, proposta inicialmente por Darwin, há mais de 150 anos, permitiu um aprofundamento sem precedentes na compreensão do mundo natural. A natureza que nos rodeia, e onde nos inserimos, é o resultado da acção de diversos processos evolutivos ao longo do tempo.
Os seres vivos do Parque dão o mote para uma viagem à descoberta dos mecanismos de evolução e de formação de novas espécies. Desempenhando o papel de biólogos evolutivos, procuraremos pelo Parque fenómenos naturais e debateremos possíveis explicações, testando a sua plausibilidade, tendo a teoria da evolução como pano de fundo.

 

Mais informação sobre esta e outras actividades no website da Fundação de Serralves.