• Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
  • Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
  • Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
  • Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
 

 

 

 
 
Há Vida no Parque! – Briófitas (Musgos)
20 de Novembro de 2016 | Parque de Serralves
2016-11-11
 

 No Domingo, dia 20 de Novembro, Há Vida no Parque! em Serralves. Será dedicado às Briófitas (Musgos) e é uma actividade no âmbito da parceria entre a Fundação de Serralves e o CIBIO-InBIO.

 

Este ano há algumas novidades quanto aos dias e horários:

 

Domingo (Quinta de Serralves)
Conversa (Adultos e Famílias) das 11h00 às 11h30 aberto a famílias e público em geral.
Percursos (Adultos e Famílias) das 11h30 às 12h30 aberto a famílias e público em geral

Oficina (Domingo) no Lagar, das 10h00 às 13h00.

 

Conversa e Percurso: Cristiana Vieira (MHNC-UP - Museu de História Natural e da Ciência da U.Porto e CIBIO-InBIO - Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos) e Helena Hespanhol (CIBIO-InBIO) 

Oficina (Domingo): Mundo Científico, Lda.

Acesso: Acesso família: 5€/ família (Válido até um máx. de dois adultos participantes acompanhados de crianças até aos 12 anos. Nº livre de crianças até aos 12 anos, sempre que acompanhadas pelos responsáveis).

Acesso individual: mediante aquisição de bilhete Museu ou Parque.

 

Sinopse da actividade:
Mais vulgarmente conhecidas por "musgos”, as briófitas são plantas essencialmente terrestres, cujo ciclo de vida se encontra muito dependente das condições de humidade, apresentando diversas formas, texturas, cores e tamanhos.
Devido às suas pequenas dimensões, as briófitas passam muitas vezes despercebidas, camufladas ou escondidas em qualquer ambiente, natural ou urbano, e desempenham papéis essenciais em muitos ecossistemas como a reciclagem de nutrientes, fixação de carbono e são os primeiros colonizadores de muitos espaços impróprios para a fixação de outros tipos de plantas, contribuindo para a formação de solo.
Durante a conversa serão dadas a conhecer as principais características que distinguem este grupo de plantas e desvendadas algumas aplicações, segredos e mitos, enquanto no percurso pelo Parque serão explorados os diversos recantos e nichos por elas colonizados.

 

Mais informação sobre esta e outras actividades no website da Fundação de Serralves.