• Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
  • Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
  • Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
  • Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
 

 

 

 
 
Café com Ciência com Albano Beja-Pereira
25 de Junho de 2017 | Fundação de Serralves
2017-06-19
 

DIZ-ME O QUE PASTAS E DIR-TE-EI QUEM ÉS: À PROCURA DE NÓS PRÓPRIOS NA HISTÓRIA EVOLUTIVA DOS NOSSOS ANIMAIS DOMÉSTICOS

 

Nesta sessão do Café com Ciência vamos abordar a domesticação e a história evolutiva recente das espécies de exploração pecuária, como a vaca, a galinha, o burro, entre outros, e perceber as ligações que há entre estas histórias e a história da evolução humana recente.


Albano Beja-Pereira é investigador em genética populacional e evolução no CIBIO-InBIO (Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos da Universidade do Porto).
Licenciou-se em Engenharia Zootécnica pela Universidade dos Açores, em 1997, e doutorou-se pela Universidade do Porto, em 2005. O seu principal interesse de investigação é determinar o impacto do processo de domesticação no genoma e na estrutura populacional de espécies domesticadas (animais e vegetais).
Os animais domésticos foram testemunhas privilegiadas da história humana ao longo dos últimos dez milénios. Determinar a filogeografia dos animais domésticos e dos seus ancestrais selvagens pode ajudar a inferir a história da nossa própria espécie.
Atualmente, utiliza ferramentas de genómica populacional para detetar evidências de seleção e eventos demográficos passados que moldaram o genoma das espécies animais domésticas. Está também envolvido em projetos relacionados com o estudo e conservação de ancestrais selvagens/populações relacionadas de espécies domésticas como o burro selvagem Africano (Equus africanus) e a ovelha Marco Polo (Ovis argali), que frequentemente se encontram numa situação de conservação preocupante.

 

Local: Sala Multiusos (Quinta de Serralves)
Acesso: gratuito (entrada pela Rua Bartolomeu Velho, 141)
Lotação: sujeito à lotação do espaço

 

Mais informações no website da Fundação de Serralves.

Imagem: (c) Albano Beja Pereira