• Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
  • Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
  • Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
  • Research Center in Biodiversity and Genetic Resources

    InBIO Associate Laboratory

    Research Center in  Biodiversity and Genetic Resources
 

 

 

 

 

 
 
CURSO INTERNACIONAL DE DNA METABARCODING OCORRE PELA PRIMEIRA VEZ EM PORTUGAL DE 1 A 5 DE MAIO 2017
O CIBIO-InBIO acolhe especialistas em DNA Metabarcoding e alunos de todo o mundo no Parque Biológico de Gaia para explorar uma técnica inovadora capaz de revolucionar o estudo e monitorização da biodiversidade.
 

Imagine que a partir de um copo de água de um ribeiro que corre na Serra do Gerês conseguia saber quais as espécies que estão presentes nesse curso de água, incluindo espécies ameaçadas ou espécies exóticas invasoras. Imagine que a partir do sangue da última refeição de uma melga conseguia saber qual a espécie que esse insecto picou e se nesse sangue podem estar parasitas ou outros organismos patogénicos transmissíveis ao Homem. É difícil imaginar, mas é hoje possível graças a técnicas avançadas de genética molecular. A ideia é simples, mas a sua aplicação é complexa e exige equipamentos muito especializados que foram recentemente instalados nos laboratórios de genética do CIBIO-InBIO em Vairão (Vila do Conde). Em termos simplificados, a técnica envolve a deteção de fragmentos de DNA na água, solo ou ar, conseguindo a partir desses fragmentos identificar as espécies que ocorrem nesses meios. Desde bactérias a baleias, esta técnica baseada no DNA ambiental permite conhecer melhor o mundo vivo a partir de algo tão simples como um copo de água de um rio ou uma pequena amostra de solo.

É para aprender estas técnicas com alguns dos maiores especialistas mundiais que cerca de 60 investigadores e estudantes de pós-graduação portugueses e de mais de 10 países, se deslocam ao Parque Biológico de Gaia entre os dias 1 e 5 de Maio, onde irão assistir à 7ª edição do Curso Internacional de DNA Metabarcoding.


O curso já teve edições em todo o mundo (China, Noruega, e África do Sul, entre outros países), estando este ano a ser organizado em Portugal pela primeira vez. Com todas as sessões em inglês, o curso é bastante intensivo, consistindo em dois dias de palestras teóricas (abertos a uma audiência mais ampla) e três dias de aulas práticas. Com o apoio da Câmara Municipal de Gaia, o evento é co-organizado pela equipa EnvMetaGen, um novo grupo de investigação do CIBIO-InBIO (CIBIO - Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos/InBIO – Rede de Investigação em Biodiversidade e Biologia Evolutiva, Laboratório Associado) financiado pelo programa Horizonte 2020 da Comissão Europeia, e a equipa Metabarcoding.org, um grupo de investigação internacional sediado em França e que é líder mundial neste tipo de técnicas moleculares avançadas. Esta parceria europeia é um dos resultados dos esforços do EnvMetaGen, equipa liderada pelos Profs. Pedro Beja e Simon Jarman, que tem como principal objetivo implementar a Metagenómica Ambiental, na conservação da biodiversidade e serviços de ecossistemas, controlo de espécies invasoras, e avaliação e monitorização da qualidade ambiental.


A escolha pelo CIBIO-InBIO do Parque Biológico de Gaia como local para a organização deste evento foi óbvia, dadas as características únicas da infraestrutura, a vocação da instituição para questões ambientais relacionadas com o inventário, monitorização e conservação da Biodiversidade, e o longo historial de parceria entre as duas instituições. O curso tem início esta segunda-feira, dia 1 de maio pelas 9 horas.

 

SOBRE A 7ª EDIÇÃO DO CURSO INTERNACIONAL DE DNA METABARCODING:
Página Oficial
EnvMetaGen Project – site oficial


Créditos das Imagens:
Imagem 1 - EnvMetaGen
Imagem 2 – Sónia Ferreira

Posted in 2017-05-02